sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Era uma vez na tv ("A pequena orfã- 1968 a 1969)


Era o ano de 1968  a Tv Excelsior  fez esta grande sucesso  A pequena órfã.
Exibida de julho de 1968 a maio de 1969. Escrita por Teixeira Filho e dirigida por Dionísio Azevedo, esta novela foi umas das primeiras novelas tendo como
explora o filão de "criança abandonada", assunto em moda na época.

Abandonada pelos pais, a pequena Maria Clara, ou Toquinho, (Patrícia Aires) como é chamada, sofre nas mãos da malvada Elza no orfanato onde vive. Mas a menina às vezes foge, e numa de suas fugas conhece o solitário Velho Gui,  (Dionísio Azevedo)
 que a ela se apega.
Esta novela teve uma Curiosidade  Patrícia Ayres, que fazia a protagonista, saiu antes do final da telenovela e, para resolver o impasse, foi encontrada uma menina goiana, Marize Ney, que era parecida com Patrícia. Mas, como Marize era três anos mais velha, o autor resolveu o problema com uma passagem de tempo.
Esta novela foi a primera novela das atrizes  Glória Pires e Nádia Lippi.
 Tambem estava nessa novela os atores.
Riva Nimitz, Lurdinha Félix, Hemílcio Fróes, Yara Amaral, Djalma Lúcio,  João José Pompeo, entre outros.
Em 1970 a Rede globo reapresentou a telenovela  e em 2005, Tiago Santiago tomaria como base A pequena órfã para criar Prova de amor, na Rede Record.

6 comentários:

marymartines44 disse...

Eu gostaria de saber por onde anda Lurdinha Felix, gostaria de ter uma foto dela, alguem pode me ajudar?

Marcos disse...

O motivo de Patrícia Ayres ter saído após poucas semanas de atuação na novela pode ser resumido na palavra "GANÂNCIA".
O que aconteceu foi que ela foi contratada para atuar dois dias por semana, quatro horas por dia (faz sentido: ela só tinha 4 anos na ocasião). Mas assim que o sucesso da novela "estourou", a Excelsior passou a exigir que ela trabalhasse mais: oito horas por dia e quatro dias por semana (e Clery Cunha, que trabalhava lá na ocasião me disse que ela trabalhava até mais do que isso!).

Lembrem-se que Patrícia, inclusive atuava em duas novelas ao mesmo tempo: A pequena órfã e o Direito dos filhos.

Percy Ayres, o pai dela, não gostou nada disso e estava decidido a tirar a filha da novela. O empurrão final foi a ganância de um dos concorrentes: os donos da Record estavam putos da vida com o sucesso da novela, que lhe tomava toda a audiência no horário das 18 horas. Assim, para não perder feio, eles entenderam que o único jeito era tirar a menina da novela, pois isso quebraria a história. Ofereceram um suborno a Percy e ele aceitou, sumindo com a família para Buenos Ayres.

Resultado, a Excelsior entrou em polvorosa, sem saber para onde e porque Patrícia sumira das gravações. Sem outro recurso, órfã da pequena órfã, a novela se arrastou por duas semanas sem a personagem principal, até que a Lurdinha trouxe sua prima de Goiânia, Marize Ney, que lembrava a Patrícia, mas era três anos mais velha. Antônio Teixeira Filho resolveu o problema com um "três anos depois" e a novela retomou sua trama... com o mesmo sucesso, para o desgosto dos donos da Record.

A atitude de Percy Ayres fora um lance de juntar o útil ao agradável. O útil: a grana que ganhou dos donos da Record; o agradável: o recado à Excelsior _ Vocês mataram sua galinha dos ovos de ouro.

É isso.

samira disse...

Desculpe,mas ninguem consegue informações da atriz,não é possivel uma coisa dessas para a tv Brasileira;com a tecnologia de hoje e ninguem tem noticias desta menina agora uma mulher.Gostaria imensamente que nos dessem noticias e passasem na tv,um grande abraço,

Samira chahin

Marcos Arduin disse...

Samira, Patrícia Ayres é deve ser MUITO RESERVADA, tanto que não tem página no Orkut, Facebook, nem em lugar nenhum.

Sacomé: tem gente que daria a própria cabeça por 15 segundos de fama, mas essa dita fama pode ser muito ingrata para a privacidade das pessoas.

Entre a fama e a privacidade, Patrícia parece ter optado pela segunda.

Lúcia Vale disse...

Lembro-me que, na época, fui procurada para um teste para substituir a Patrícia - apenas teriam que clarear o meu cabelo. Mas eu era muito tímida e não aceitei.

benedito pampana disse...

GOSTARIA DE SABER ONDE ANDA A ATRIZ LURDINHA FELIX