terça-feira, 3 de novembro de 2009

Era uma vez na tv (Passos dos ventos 1968 a 1969)


Era o ano de 1968 mais um vez a rede globo fez mais uma novela tipo dramalhão com padrão Glória Magadan de qualidade, Passos do ventos  escrita por Janete Clair e dirigida por Daniel Filho foi exibida às 21h de junho de 1968 a janeiro de 1969.
A estoria passa  no Haiti, a jovem Vivian Chevalier (Glória Menezes) herda uma enorme fortuna que é cobiçada por muitos inescrupulosos. Um nobre falido, André Cristophe (Carlos Alberto) lhe propõe segurança em troca de casamento.
Essa novela teve muntas Curiosidades.
- Mais uma superprodução da era Gloria Magadan com cenas feitas no Haiti.


- A novela tinha seu principal chamariz no fato de ter realizado uma troca de casais famosos como par romântico : enquanto Glória Menezes era a heroína desta novela ao lado de Carlos Alberto, seu marido Tarcisio Meira interpretava o galã de A Gata de Vison ao lado de Yoná Magalhães então casada com Carlos Alberto, às 20h, e que foi apresentada no mesmo período.

- O público não aprovou a troca dos casais que voltaram a formar o par romântico logo nas novelas seguintes : Rosa Rebelde e A Ponte dos Suspiros.


- Foi a estréia de Djenane Machado nas novelas e na TV.
- Dois atores acabaram causando polêmica durante a novela. O primeiro foi Mário Lago que foi preso na vida real por problemas políticos e acabou tendo que ficar de fora da trama por um bom tempo, e a outra foi Djenane Machado que interpretava uma jovem que se apaixonava por um negro, interpretado por Jorge Coutinho. Naquela época, o namoro interracial dos dois provocou protestos e muitas cartas e telefonemas para a emissora e em especial para a autora Janete Clair, classificando o romance entre os dois como um "amor absurdo".
Tambem estavam na novela os atores, Glauce Rocha, Theresa Amayo, Rubens de Falco, Ruth de Souza, Aizita Nascimento, entre outros.

Um comentário:

rayane disse...

iai paçoca como estas vc tiu